top of page

Lei "Não é Não" - Tatuagem Temporária

Atualizado: 17 de jan.


Tatuagem Temporária "Não é Não" como forma de dar visibilidade e combater o assédio contra as mulheres. Infelizmente, o assédio sexual é um crime comum durante as festas e blocos de carnaval. Portanto, discutir o problema nesse período do ano é fundamental, e sempre é válido ressaltar a premissa: a culpa nunca é da vítima.


Agora é Lei, protocolo “Não é Não” - Combate e prevenção à violência contra mulher



Estabelecimentos terão que monitorar eventuais situações de constrangimento ou violência. Lei define especificamente que regras não valerão para locais de atos religiosos.



  • Protocolo conhecido como "Não é Não" foi aprovado pelo Congresso e, agora, virou lei.

  • Aplicação das regras ocorrerá em casas noturnas, boates, espetáculos musicais, entre outros.

  • Lei prevê o combate a dois tipos de agressões a mulheres: constrangimento e violência.

  • Protocolo determina que os estabelecimentos deverão: assegurar que, no mínimo, uma pessoa da equipe esteja preparada para executar o protocolo.

  • Além disso, os estabelecimentos deverão afixar, em locais visíveis, informações sobre como acionar o protocolo e telefone da PM.

Corpo é lugar de protesto: empresas estão apostando na tatuagem temporária

Cada vez mais grandes marcas mobilizam em ações sociais e personalizam sua tatuagem temporária.



Mania de Promover Bem! Atuamos no mercado há mais de 25 anos, certificados pelo Inmetro, somos líder em todo o Brasil no segmento de Tatuagens Temporárias.


Sempre trazendo inovações, contamos com diversos tipos de acabamentos para personalização, podendo ter o tamanho, a arte e a quantidade que desejar.


A Tatuagem pode ser personalizada em qualquer tamanho e acabamento.

Embalagem e versos podem ser personalizados com a sua marca.






11 visualizações0 comentário
bottom of page